Leia mais sobre o artigo Não existe ambiente neutro: ou ele contribui no bem-estar ou prejudica a sua saúde
destaque

Não existe ambiente neutro: ou ele contribui no bem-estar ou prejudica a sua saúde

Você sabia que o ambiente em que convivemos pode impactar em nosso bem-estar e saúde? Não? Então venha comigo! Além dos fatores genéticos e comportamentais de hábitos de vida, o meio ambiente em que vivemos também pode influenciar significativamente na qualidade de vida e longevidade, tais como o a poluição do ar, o excesso de ruídos, exposição a substâncias tóxicas, a distância de espaços verdes, a ausência de água potável, a baixa umidade do ar, condições de moradia inadequadas, trabalho exaustivo e sem vigilância em saúde do trabalhador, relacionamentos abusivos em diversas esferas, entre outros.

Continue lendoNão existe ambiente neutro: ou ele contribui no bem-estar ou prejudica a sua saúde

15 pilares sobre como cultivar uma vida mais saudável em 2024

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e com o Ministério da saúde, estar saudável vai muito além da ausência de doenças, e envolve o pleno bem-estar físico, mental e social. Pensando em um conceito de saúde de forma mais abrangente e não reducionista, é possível perceber a sua relação com os determinantes sociais e com a qualidade de vida, e envolve também o bem-estar emocional e espiritual.

Continue lendo15 pilares sobre como cultivar uma vida mais saudável em 2024
Leia mais sobre o artigo O ritmo hipnótico das redes sociais: o impacto na saúde mental e nas relações sociais
destaque

O ritmo hipnótico das redes sociais: o impacto na saúde mental e nas relações sociais

O suicídio é uma realidade lamentável que impacta profundamente a sociedade. Segundo uma pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde – OMS, em 2019, mais de 700 mil suicídios são notificados no mundo, sem contar os que não são notificados. No Brasil, são registrados aproximadamente 14 mil casos por ano, na média de 38 por dia. Sabe-se que a maioria dos casos de suicídio está relacionada com a saúde mental e a ausência de autoconhecimento, o que deveria ser disciplina obrigatória na educação. Questões de baixa autoestima, ausência de amor próprio, a busca desenfreada pelo reconhecimento e por se encaixar em padrões específicos que o mundo contemporâneo nos convida diariamente com as redes sociais são fatos que estão adoecendo o mundo e levando pessoas ao suicídio.

Continue lendoO ritmo hipnótico das redes sociais: o impacto na saúde mental e nas relações sociais
Leia mais sobre o artigo Agosto Dourado: Por que amamentar é tão importante? Entenda.
destaque

Agosto Dourado: Por que amamentar é tão importante? Entenda.

Instituído por Lei, o “Agosto Dourado” é uma campanha que incentiva o aleitamento materno por todo Brasil. Em outros países, a prática é lembrada pela Semana Mundial da Amamentação, que acontece entre os dias 1º e 7º de agosto. O leite materno é considerado o alimento mais saudável que existe, sendo rico em nutrientes como carboidratos, proteínas, minerais, vitaminas, gorduras, de fácil digestão, rico em anticorpos e ainda é capaz de hidratar. O Ministério da Saúde recomenda que, até os seis meses de vida, o bebê seja alimentado exclusivamente com o leite materno para ter um desenvolvimento saudável, o que implica na redução de até 63% das internações hospitalares. Contudo, o aleitamento pode ser estendido até os dois anos de idade. Entre os benefícios da amamentação, é possível destacar que o leite materno fortalece a imunidade; favorece o crescimento saudável; diminui o risco da criança desenvolver diabetes, hipertensão e obesidade; proteção contra alergias, infecções respiratórias e diarreias; e ajuda no desenvolvimento da orofacial do bebê devido ao ato de sucção. Além disso, promove o vínculo entre a mãe e o bebê. No caso da mãe, amamentar evita o aparecimento do câncer de mama. O leite humano é capaz de reduzir em até 13% a mortalidade de crianças menores de 5 anos por causas passíveis de serem evitadas. Com base nos dados acima apontados, o Ministério da Saúde ressalta que o leite materno é o melhor alimento para os recém-nascidos, pois promove além da proteção imunológica, o desenvolvimento afetivo e psicológico entre mãe e filho. Um mundo mais saudável e afetivo é possível! Vamos juntos apoiar este movimento? Beijos de luz. Com amor, Aretuza Lattanzi

Continue lendoAgosto Dourado: Por que amamentar é tão importante? Entenda.
Leia mais sobre o artigo Você já ouviu falar sobre o conceito de “slowphone”?
Destaque

Você já ouviu falar sobre o conceito de “slowphone”?

“Slowphone” é um movimento que surgiu desde 2020 com o intuito de disseminar o uso sustentável e saudável das tecnologias, uma vez que o exagerado uso do celular e a presença de campos magnéticos aumentaram exponencialmente nos últimos anos, o que tem afetado a vida das pessoas em diversas esferas. Em apoio à filosofia de utilizar o telefone com mais consciência e menos frequência com o objetivo de promover saúde e levar mais produtividade para a vida das pessoas, a Coluna Luz e Sorrisos vem trazer um conteúdo especial para você, prezado leitor.

Continue lendoVocê já ouviu falar sobre o conceito de “slowphone”?

De onde vem a sensação de vazio existencial? Entenda

O vazio existencial se manifesta em consequência de viver uma vida incongruente e sem sentido. Mas, por que isso acontece? A resposta é clara e objetiva: falta de autoconhecimento. Sabe aquela frase que diz: ou vem pelo amor ou pela dor? Pois é, na maioria das vezes, as pessoas só buscam o autoconhecimento quando estão em estado avançado de depressão, mas também vale citar aquelas que cometem o suicídio e perdem suas vidas sem terem a oportunidade de se autoconhecer e mudar o rumo da sua história.

Continue lendoDe onde vem a sensação de vazio existencial? Entenda

O que a ciência diz sobre os benefícios do Yoga para a saúde integral?

Embora a importância da saúde seja um assunto que deve ser elucidado todos os dias, por ser a base da nossa existência com qualidade, o dia 7 de abril é considerado o Dia Mundial da Saúde, que nos convida a refletir sobre o assunto. Durante a pandemia, a busca por práticas para reduzir o estresse e a ansiedade aumentou de forma exponencial, e de acordo indicadores do “Google Trends”, um ferramenta que monitora e analisa buscas online, o termo “Yoga” alcançou o auge de pesquisas.

Continue lendoO que a ciência diz sobre os benefícios do Yoga para a saúde integral?

Você já ouviu falar no movimento “SLOW LIVING”? Entenda o conceito

O estilo de vida slow se traduz como um movimento com foco em desacelerar e no autoconhecimento. Com efeito, uma vida com mais consciência, significado, saúde, bem-estar e felicidade. Além disso, o movimento visa uma relação mais ecológica e harmoniosa com todas as formas de vida, valorizando o afeto por tudo o que existe.

Continue lendoVocê já ouviu falar no movimento “SLOW LIVING”? Entenda o conceito

Como começar 2023 com mais foco, leveza e resultadols favoráveis?

Estamos finalizando mais um ano e é bem provável que você já esteja cheio de planos e desejos de realizações para 2023. E o simples fato de você estar lendo esta coluna já é um indício de que você sabe que pode desenvolver novas estratégias e melhorar o seu desempenho, e em todas as esferas da sua vida. Resultados diferentes são diretamente proporcionais às mudanças consistentes, o que começa com uma revolução interna. Vamos praticar?

Continue lendoComo começar 2023 com mais foco, leveza e resultadols favoráveis?

A correlação entre bruxismo, ansiedade, estresse e os paradigmas da atualidade

O bruxismo é uma desordem parafuncional caracterizada pelo ato de apertar e/ou ranger os dentes ocasionando o desgaste dos mesmos e tensão nos músculos responsáveis pela mastigação, bem como outros diversos transtornos orofaciais e na saúde integral, tais como: dor nas articulações envolvidas; dor de cabeça; distúrbios no sono; zumbido no ouvido; desequilíbrio na harmonia orofacial; desgaste dos dentes e restaurações podendo levar a fraturas; calcificação pulpar; necrose pulpar; retração gengival, lesões mecânicas na cervical dos dentes; reabsorção óssea; e mobilidade dentária. Entre os diversos fatores causais do bruxismo, a ansiedade e o estresse são considerados os gatilhos mais proeminentes na atualidade.

Continue lendoA correlação entre bruxismo, ansiedade, estresse e os paradigmas da atualidade