Você está visualizando atualmente A importância do pré-natal odontológico no fortalecimento do Sistema Único de Saúde

A importância do pré-natal odontológico no fortalecimento do Sistema Único de Saúde

 

A importância do pré-natal odontológico na saúde pública

Aretuza Lattanzi 12 de março de 2024 

É provável que você já tenha ouvido falar na frase: “a saúde começa pela boca”, que na minha concepção é uma verdade em diversos aspectos. A forma como nos comunicamos demonstra se somos saudáveis emocionalmente, as nossas escolhas alimentares apontam a forma como pensamos sobre saúde, e, obviamente, a forma como cuidamos da saúde bucal reflete autoestima e a importância que damos ao autocuidado.

A Atenção Primária é a porta de entrada do Sistema Único de Saúde e se a população utiliza-la de forma sábia em adição com a sua autonomia nos cuidados diários com a saúde, de fato os resultados serão mais eficazes.

A gestação é um momento que requer muita vigília da futura mamãe, pois a forma que ela se cuida e o seu bem-estar impactarão na saúde integral do bebê, por isso, pré-natal odontológico é extremamente importante para ambos.

O pré-natal odontológico é recomendado pelo Ministério da Saúde e pelo Conselho Federal de Odontologia, contudo, mesmo com grandes implicações na gestação, as gestantes ainda não valorizam passar pela Equipe de Saúde Bucal para realizar o pré-natal.

Assim, é necessário um trabalho de conscientização das gestantes quanto ao comprometimento com a própria saúde e com a vida que está sendo gerada, levando em consideração que as escolhas realizadas durante a gestação influenciarão no desenvolvimento e na saúde integral do seu filho.

 A promoção de saúde com foco no autocuidado da mãe na gestação e se perpetuando após o nascimento do da criança é uma metodologia eficiente para fortalecer o Sistema Único de Saúde, uma vez que proporcionará mais saúde para a população, redução, e até eliminação das doenças que acometem a saúde bucal. 

A saúde Bucal é indissociável da saúde integral, como já bem claro e recomendado no Relatório da I Conferência Nacional de Saúde Bucal, que aconteceu em 1986 durante a 8ª Conferência Nacional de Saúde.

Saúde é uma questão responsabilidade pessoal intransferível, portanto, não terceirize a sua.

Se cada um fizer a sua parte um mundo com mais qualidade é possível. 

 

Beijos de luz e sorrisos.

Com amor,

Drª Aretuza Lattanzi

Seja você em essência!


CLIQUE AQUI


Facebook


Linkedin


Instagram


Whatsapp

Contato

Quer ter uma vida com mais significado, bem-estar, saúde e felicidade? 

Deixe um comentário